Topos e Fundos - Força e Fraqueza de Tendências - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 2 - Número 42 - Segunda-feira, 29/09/2008


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    Topos e Fundos - Força e Fraqueza de Tendências

    Em momentos de grande oscilação e incerteza no mercado, como ocorre nos dias de hoje, é possível ganhar muito dinheiro com oscilações de curto prazo. Mas para isso o investidor deve estar preparado para identificar os momentos de continuidade e de reversão de tendências. Vou trazer para vocês hoje uma ferramenta muito simples, que o software Trader Gráfico resgatou como estudo e que funciona muito bem, os Topos e Fundos.

    Começamos pela definição de um Topo, que é a sucessão de novas máximas por algumas barras até termos duas ou mais máximas seguidas mais baixas, deixando uma formação montanhosa para trás. Já no Fundo ocorre o inverso, temos mínimas mais baixas até que elas começam a ficar mais altas deixando uma formação de vale para trás.

    Apenas bater o olho em um gráfico pode ser o jeito mais fácil de encontrar Topos e Fundos, mas como eles não possuem a mesma formação, podemos ver um Topo formado por dez barras seguido de um fundo formado apenas por três barras e acabar dando a mesma importância para os dois. Esta diferença entre o "tamanho da montanha" ou do "vale" faz diferença, só que esta ordem de grandeza nós não conseguimos observar apenas olhando para o gráfico. Para isto nós temos que definir uma regra e ter uma ferramenta que nos auxilie.

    O estudo de Topos e Fundos exclusivo do software Trader Gráfico faz exatamente este tipo de marcação. Ao ligá-lo nós escolhemos qual o número de barras que queremos acompanhar na formação de topos e fundos e o programa marca dentro do gráfico apenas os topos e fundos que se encaixam neste parâmetro, tornando-os comparáveis.

    Abaixo um exemplo deste estudo:

    Topos e Fundos


    No gráfico acima podemos ver círculos azul-claro e vermelho-claro marcando alguns topos e fundos, mas não todos. Também temos a interpretação do movimento, que não deixa de ser simples.

    Quando temos um movimento de alta, é normal termos topos seqüenciais, sem a formação de fundos, isto gera uma alta sustentada. O primeiro fundo marcado no gráfico demonstra a fraqueza do movimento e abre possibilidade de indefinição ou reversão. Quando o segundo fundo é marcado, temos praticamente o encerramento da tendência anterior de alta e ficamos aguardando novos sinais do gráfico para definir a próxima tendência.

    Quando definimos uma tendência de baixa, a formação de novos fundos confirma a tendência e o normal é que não tenhamos topos durante este movimento. Quando o primeiro topo surgir, temos um sinal de fraqueza da baixa e um segundo topo demonstra fim do movimento. Da mesma forma que na tendência de alta, aguardamos a partir deste sinal novos pontos de entrada baseados no gráfico.

    O estudo de Topos e Fundos demonstra força e fraqueza de tendências, mas não é confiável para marcar pontos de compra e venda, apenas alertando o investidor que a tendência atual está terminando ou acelerando, outros estudos gráficos devem ser utilizados no timing de compra e venda.

     
    Você pode adicionar o estudo Topos e Fundos no Trader Gráfico utilizando o menu:

    Estudos > Topos e Fundos

    Se a sua versão ainda não possui este estudo, atualize-a seguindo os passos do link abaixo:

    http://www.tradergrafico.com.br/forum/manual

    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter