OBV - On Balance Volume - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 2 - Número 20 - Segunda-feira, 28/04/2008


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    OBV - On Balance Volume

    Nesta semana falaremos sobre o indicador OBV - On Balance Volume. Este indicador é baseado apenas na acumulação do Volume em Quantidade de Papel e pode ser interpretado de diversas formas. Abordaremos aqui os sinais dados pela quebra de linhas de tendência traçadas do OBV.

    O cálculo deste indicador é bem simples, se a variação do período é positiva o OBV soma o volume do período ao total, se a variação for negativa o OBV diminui o volume do período do total e se a variação for igual a zero o OBV não muda.

    Sendo assim, o valor nominal do OBV não tem importância, uma vez que dependendo do dia de início do cálculo o valor vai variar. O que importa neste indicador é a sua relação entre topos e fundos. Abaixo um exemplo deste indicador:

    OBV


    Pode-se notar que as novas máximas de preço são acompanhadas de novas máximas no OBV, assim como novas mínimas no preço normalmente criam novas mínimas também no OBV.

    Como este indicador é uma medida de volume, quando ele sobe podemos dizer que os compradores estão mais fortes, por isso há a tendência de o preço continuar subindo, já quando ele cai os vendedores estão mais fortes, por isso há a tendência de queda no preço.

    Para captar estas tendências de forma simples, uma das técnicas é aplicar o conceito de Suporte e Resistência, já descrito na Newsletter do dia 28/01/08, para o gráfico deste indicador. Como resultado, teremos linhas de tendência de alta do OBV que, se rompidas para baixo, darão um sinal de venda e teremos linhas de tendência de baixa que, quando rompidas para cima, darão um sinal de compra.

    Este é um conceito surpreendentemente simples e muito eficaz. Abaixo um exemplo de análise feita desta forma:

    OBV Exemplo


    No exemplo acima vemos que quando a primeira linha de suporte verde traçada no OBV é perdida no Ponto 1, os preços que já apresentavam uma pequena queda confirmaram este movimento, portanto este foi um Sinal de Venda.

    O oposto pode ser notado no Ponto 2, onde uma linha de resistência vermelha matém a tendência até ser perdida e mostrar um Sinal de Compra.

    Há ainda uma terceira reta, na cor verde, que dá a sustentação atual dos preços e que, quando perdida, dará um Sinal de Venda, informando que esta tendência de alta está prestes a encerrar.

    Há ainda outras formas de interpretar o OBV, assim como existem muitos outros estudos baseados em volume, um indicador importantíssimo e que muitas vezes é esquecido pelos investidores.

    Recomendo a todos que comecem a notar mais os volumes e o OBV como forma de confirmar as suas compras ou vendas. Como exercício, olhe as suas operações feitas no passado e verfique se o OBV confirmava ou não o que foi feito e surpreenda-se com os resultados!



     
    Você pode inserir o OBV em suas análises no Trader Gráfico utilizando o menu:

    Estudos > Osciladores > On Balance Volume - OBV

    e pode traçar linhas neste indicador ativando o menu:

    Desenhar > Linha de Tendência

    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter