O Super Sinal - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 3 - Número 69 - Segunda-feira, 27/07/2009


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    O Super Sinal

    Nesta semana vamos falar um pouco sobre um estudo desenvolvido por mim e que consiste em mesclar os melhores sinais e conceitos da análise gráfica em um único indicador. Chamei este estudo de Super Sinal.

    Antes de começarmos devo alertar que este estudo foi desenvolvido para dar sinais de entrada, ou seja, sinais que serão usados para iniciar uma operação, seja ela comprada ou vendida a descoberto.

    Calculando o Super Sinal

    Para montar este estudo vamos precisar calcular:

    1. Uma Média Móvel Simples dos preços de fechamento, parâmetro recomendado 21 períodos.
    2. O Desvio Padrão dos preços de fechamento, parâmetro recomendado 56 períodos.
    3. Uma Média Móvel Simples da Linha 2 calculada acima, parâmetro recomendado 10 períodos.
    4. Uma função matemática que faça o nosso estudo variar entre +1000 e -1000:
      • Se o Fechamento atual for maior que a Linha 1 enquanto que a Linha 2 for menor que a Linha 3, nossa função deve ter o valor +1000.
      • Se o Fechamento atual for menor que a Linha 1 enquanto que a Linha 2 for maior que a Linha 3, nossa função deve ter o valor -1000.
      • Caso nenhuma das condições acima seja alcançada o valor da função deve ser igual ao calculado para a barra anterior.

    Explicando o Super Sinal

    Sabemos que se o preço de fechamento for maior que a sua média móvel simples, temos um sinal fraco de compra, e o inverso é um sinal fraco de venda. Também sabemos que quando os preços estão se movimentando em tendência o seu desvio padrão cresce, diminuindo quando os preços se estabilizam em um patamar qualquer.

    O Desvio Padrão é utilizado com muita eficácia no estudo Bandas de Bollinger e aqui tem uma função semelhante, embora limitada a uma única interpretação. Vamos analisar o Desvio Padrão de 56 períodos contra a sua Média Móvel Simples de 10 períodos, ou seja, ele contra ele mesmo atrasado em 10 períodos. Com isto, veremos se os preços estão estabilizando ou acelerando e vamos aliar a lógica de mercado a este efeito.

    Temos ciência de que os preços caem muito mais rápido do que sobem, desta forma, vamos analisar sinais de compra quando os preços estiverem se estabilizando, ou seja, quando a Linha 3 (MMS do Desvio Padrão) for menor do que a Linha 2 (Desvio Padrão). E vamos analisar os sinais de venda quando os preços estiverem acelerando, pois são sinais mais rápidos, quando a Linha 2 for menor do que a Linha 3.

    Para colocar tudo isso na prática, vamos cruzar os dois sinais, o primeiro será o cruzamento do Fechamento com a sua Média Móvel Simples de 21 períodos, e o segundo sinal será o cruzamento do Desvio Padrão de 56 períodos com a sua Média Móvel Simples de 10 períodos.

    Quando o fechamento for maior do que a MMS_21 e o desvio padrão estiver estabilizando, teremos compra.

    Quando o fechamento for menor do que a MMS_21 e o desvio padrão estiver crescendo, teremos venda.

    Note que esta regra esta descrita na função que cria Linha 4 do estudo, sendo assim, quando a Linha 4 for igual a +1000 temos compra e quando ela for igual a -1000 temos venda. Se ela for igual a zero estamos fora do mercado aguardando o primeiro sinal.

    Abaixo o resultado do estudo aplicado ao gráfico diário do Ibovespa. Como o Desvio Padrão do IBOV é maior do que 1000, conseguimos ver a Linha 2 e a Linha 3 se cruzando. Se aplicarmos este estudo em ações, veremos apenas a Linha 4, pois as outras linhas ficarão muito próximas do zero.



    Na imagem acima, o Super Sinal foi utilizado tanto no sinal de compra como no sinal de venda, mas vale lembrar que teremos melhores sinais de saída se aliarmos este estudo a outros, como o MACD, DMI ou Estocástico Rápido.

     
    O Super Sinal faz parte do Trader Gráfico e pode ser acessado pelo menu:

    Estudos > Estudos Personalizados > Super Sinal

    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter