Envelopes - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 2 - Número 37 - Segunda-feira, 25/08/2008


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    Envelopes

    Os envelopes de médias móveis são normalmente utilizados para definir bandas de preço em que um ativo deve oscilar. O seu conceito é semelhante ao das Bandas de Bollinger, já descritas aqui nas nossas newsletters, porém, diferente destas, a faixa de negociação não é dada pelo desvio padrão somado e subtraído da média móvel, mas sim por um valor percentual fixo que nós mesmos definimos.

    Para começar nós precisamos traçar uma Média Móvel (simples ou exponencial) e, então, nós a movemos para cima e para baixo em um percentual fixo, criando uma linha superior ao gráfico e uma inferior ao gráfico, o que dá o nome de envelope ao estudo, uma vez que ele é semelhante a colocarmos o gráfico dentro de um envelope.

    Abaixo temos um gráfico com uma média móvel simples de 21 períodos:

    Envelopes


    Para criarmos o envelope, vamos duplicar esta linha azul da média móvel, sendo que uma linha será acrescida de uma variação de, por exemplo 10%, e a outra será subtraída do mesmo percentual. O resultado pode ser observado abaixo:

    Envelopes


    É possível notar que algumas partes do gráfico extrapolam as linhas para fora do envelope. Isto é normal e desejável. O correto é que aproximadamente 95% do gráfico fique dentro do envelope e 5% fique fora, na forma de topos e fundos.

    Este comportamento exige que nós tenhamos sensibilidade para escolher qual o melhor percentual para o envelope em cada gráfico. Também é importante ressaltar que este estudo é melhor aplicado a gráficos diários, sendo pouco utilizado em gráficos intraday.

    Uma vez traçado o envelope, nós o acompanhamos diariamente à espera de rompimentos para fora das bandas. O sinal de compra é dado não quando o gráfico rompe a banda de baixo, mas quando ele retorna para dentro do envelope pela banda de baixo. Da mesma forma, quando o gráfico rompe a banda de cima e depois volta para dentro do envelope temos um sinal de venda.

    Além disso, o sinal deste estudo não é muito forte, o que significa que ele pode dar sinais falsos rotineiramente. É aconselhável que ele seja utilizado com pelo menos mais um estudo técnico ou com retas de Suporte e Resistência clássicas para confirmação dos sinais de compra e venda.

    O ponto forte deste estudo é a sua simplicidade e a sua sensibilidade ao olho humano, o que potencializa muito o seu uso.

    Até a próxima semana!

     
    Você pode adicionar envelopes de médias móveis simples ou exponenciais no Trader Gráfico pelo menu:

    Estudos > Envelopes

    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter