Didi Index - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 2 - Número 22 - Segunda-feira, 12/05/2008


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    Didi Index

    Vamos tratar nesta semana de um indicador genuinamente brasileiro, o Didi Index, derivado das famosas Agulhadas do Didi. O nome do indicador vem do seu próprio inventor, o analista Odir Aguiar, mais conhecido como Didi.

    Começamos explicando o que são as Agulhadas do Didi, o oscilador derivado delas será explicado em seguida.

    O conceito das agulhadas é bem simples, colocando-se em um gráfico 3 Médias Móveis Simples, uma de 3 períodos, uma de 8 e uma de 20, sempre que as 3 médias passarem simultaneamente por dentro do Corpo Real de um Candle nós dizemos que temos uma agulhada. Isto por que o movimento é semelhante a passar uma linha por dentro da cabeça de uma agulha.

    Quando após a agulhada ocorrer as médias saírem na ordem: Média de 3 períodos acima, de 8 no meio e de 20 em baixo, temos uma Agulhada de Alta, o que significa que os preços devem subir rapidamente logo após este sinal. Se a ordem for inversa, ou seja, a Média de 20 períodos acima, a de 8 no meio e a de 3 em baixo, temos uma Agulhada de Baixa, o que significa que os preços devem cair rapidamente após o sinal.

    Há apenas 3 importantes observações que devem ser consideradas:

    1. É importante notar que caso a Média de 8 períodos não saia da Agulhada no meio das outras duas médias em nenhuma das duas situações, a Agulhada será descaracterizada;
    2. Após a Agulhada ser observada, é importante aguardar pela confirmação do sinal por mais uma barra para evitar sinais falsos;
    3. As agulhadas marcam apenas o início da operação, a saída deve ser encontrada com base em outros indicadores, como por exemplo o OBV.
    Agulhada


    Na imagem acima podemos ver dentro do gráfico de preços as 3 médias móveis simples, quando a Agulhada de Baixa ocorre, o Software Trader Gráfico marca um círculo roxo em torno do candle, da mesma forma quando a Agulhada de Alta ocorre, um círculo verde é usado para marcar o candle onde o sinal apareceu. Neste caso, as confirmações são feitas automaticamente pelo software.

    Na mesma imagem podemos ver o Oscilador Didi. Ele é montado com as mesmas 3 médias móveis simples, porém todas elas são divididas pela média de 8 períodos. Sendo assim, a linha vermelha do Oscilador, que representa a média de 8 períodos será sempre igual a 1, pois é dividida por ela mesma, e as outras duas médias ficam oscilando em torno dela.

    No caso do Oscilador, os sinais de compra são dados quando a linha azul de 3 períodos sobe acima de 1 enquanto a linha preta de 20 períodos cai abaixo de 1, ao mesmo tempo as duas devem partir de cima do 1 ou de algo muito próximo a ele. O sinal de baixa ocorre quando a linha preta de 20 períodos sai para cima e a azul de 3 sai para baixo, o oposto do sinal de alta.



     
    Você pode inserir o Didi Index, Didi Index Exponencial e o Oscilado Didi em suas análises no Trader Gráfico utilizando os menus:

    Estudos > Rastreadores de Tendência > Didi Index ou

    Estudos > Rastreadores de Tendência > Didi Index Exponencial ou

    Estudos > Osciladores > Oscilador Didi


    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter