Linha Móvel Pivot - Trader Gráfico - Robôs, Cotações, Notícias e Análises Bovespa
  • Clique aqui para voltar e escolher outra Newsletter.


    Análise Técnica e SuperSinais
    Ano 2 - Número 43 - Segunda-feira, 06/10/2008


    Esta Newsletter é enviada Semanalmente a todas as pessoas devidamente cadastradas no site www.tradergrafico.com.br/newsletter e tem por objetivo apenas informar ao seu público alvo detalhes sobre indicadores, funções e análises necessários para uma avaliação de ativos e empresas associados a renda variável. Esta Newsletter não produz e não produzirá análises ténicas sobre nenhum ativo ou empresa.


    Linha Móvel Pivot

    Nesta semana trataremos de um novo estudo tratado de forma exclusiva pelo software Trader Gráfico, trata-se da Linha Móvel Pivot.

    Derivada do cálculo do Ponto de Pivot, já explicado nas nossas newsletters, a Linha Móvel Pivot demarca o espaço onde um candle será traçado antes mesmo do período analisado se iniciar.

    O conceito é simples, o ponto de pivot consiste de sete preços de suporte/resistência calculados com base na barra anterior, sendo três possíveis resistências, três suportes e o Ponto de Pivot no meio. A Linha Móvel Pivot utiliza apenas três dos sete preços calculados, o ponto de pivot, a resistência mais alta, chamada de R3, e o suporte mais baixo, chamado de S3.

    A diferença é que estes preços são calculados para todas as barras do gráfico, cada barra gera três patamares para a a barra seguinte e, quando unimos todos os pontos, temos três linhas contínuas demarcando o espaço onde as barras ou candles são traçados. O cálculo é aplicado para qualquer tempo gráfico, Intraday, Diário, Semanal ou Mensal.

    Abaixo um exemplo deste estudo:

    Linha Móvel Pivot


    No estudo acima podemos ver as três linhas, sendo: a linha pontilhada azul a resistência R3, a linha pontilhada vermelha o suporte S3 e a linha pontilhada preta o Ponto de Pivot. Como a linha é recalculada barra-a-barra, temos uma oscilação de cada linha de forma independente, sendo que o espaço entre a linha azul e a linha vermelha é o lugar mais proválvel onde a próxima barra deve aparecer.

    Note que na imagem a última barra correspondente ao dia 06/10/2008 ainda não existe, porém já temos as três linhas definidas. Isto porque o estudo é calculado com base na barra anterior, no caso 03/10/2008.

    A interpretação vai um pouco além do Ponto de Pivot tradicional. Não estamos procurando o rompimento das linhas, mas estamos delimitando um espaço provável para a próxima barra, o que é muito útil em projeções. Por exemplo, na imagem acima podemos ver que o dia 06/10 deve oscilar entre a linha azul e a vermelha. Logo que o pregão começa e a nova barra vai sendo preenchida, temos a definição se estamos acima ou abaixo da linha preta, isto define se o dia começou em tendência de alta ou baixa.

    É comum que as barras fiquem dentro do espaço previamente delimitado pelas linhas azul e vermelha, sendo comum que elas fiquem totalmente acima ou abaixo da linha preta, mas se ocasionalmente os preços romperem a linha azul para cima ou a vermelha para baixo, temos mais uma indicação, a de que esta barra em particular está sofrendo uma oscilação anormal, mais forte do que o esperado. Assim, chegamos à conclusão que o movimento atual possui um padrão diferente do anterior, o que causará uma ampliação da distância entre as linhas para a próxima barra e mostra que um período de indefinição chegou, talvez alertando-o para ficar de fora do mercado ou para ajustar os seus métodos para especulação de curto prazo. Neste momento é interessante alterar o tempo gráfico para im período mais curto, por exemplo, de Diário para Intraday de 30 minutos.

    É muito importante compreender que este estudo serve como apoio, tirando uma foto tridimensional do espaço onde os preços vão oscilar pelo próximo período, ajudando-o a escolher o método de entrada e saída que será utilizado. Utilizando uma metáfora, poderíamos observar a Linha Móvel Pivot como sendo as margens de um rio e os candles como um caiaque percorrendo o rio. Se você observar apenas o caiaque e não tiver noção de onde estão as margens, vai ter a impressão de que muitos movimentos são possíveis, mas quando você começa a observar a trilha que o caiaque segue, verá momentos em que as margens estão mais largas ou mais estreitas e terá mais segurança para escolher a melhor manobra para melhorar a sua performance ou evitar acidentes.

    Associe este estudo com Figuras de Continuidade, Figuras de Reversão e linhas de Suporte e Resistência, assim o seu potencial de acerto será ampliado magnificamente.

     
    Você pode adicionar o estudo Linha Móvel Pivot no Trader Gráfico utilizando o menu:

    Estudos > Linha Móvel Pivot

    Se a sua versão ainda não possui este estudo, atualize-a seguindo os passos do link abaixo:

    http://www.tradergrafico.com.br/forum/manual

    Carlos Martins: Profissional de Investimento Certificado APIMEC - CNPI, autor do livro "Os Supersinais da Análise Técnica" (Ed. Campus-Elsevier, 2010) e sócio-fundador do Trader Gráfico.

    Facebook Twitter